Mostrando postagens com o rótulo Curta-MetragemMostrar tudo
TEUS OLHOS RÍMEL COM POESIA
A FUGA
HUMANÍSSIMO GEMIDO
ORBE
SETEMBRO
NÃO SE DESENHA NA ÁGUA
ESPERO ALEGRE A SAÍDA E ESPERO NÃO VOLTAR JAMAIS
O SOM QUE VEM DE PACIÊNCIA
 A VALSA DE UMA NOTA SÓ
Das Dores
A CADELA EMPLUMADA
AQUI JAZZ A POESIA
Nenhum resultado encontrado